quarta-feira, 21 de novembro de 2012

E fazer o quê?...



Sabem aquelas pessoas que emanam uma carga de negativismo só com a simples presença? E se a juntar a isso a pessoa também for prepotente, resmungona e malcriada? 

Infelizmente conheço uma pessoa assim, e para mal dos meus pecados tenho de passar grande parte do dia com ela, porque é minha colega de trabalho. Ela deve ter com certeza alguma coisa boa por baixo deste manto negro, mas sinceramente já não consigo ver mais além.

No início do ano comecei a afastar-me cada vez mais dela, até porque achava que o negativismo em cada frase que dizia e em cada atitude que tomava me estava a afetar e de certo modo a tornar-me uma pessoa negativa e crítica. E sinceramente, acho que o que consegui conquistar este ano, se deveu em parte a rodear-me de pensamentos positivos e afastar o que me puxava para baixo.

Afastei-me e hoje falo abaixo do mínimo necessário. No entanto, aquele ruído de fundo diário irrita-me profundamente. Eu já não ligo nenhuma ao que ela diz, mas gostava de alcançar um estado em que já nem a presença dela em vez de me incomodar já nem sequer me importasse para nada. É que neste momento já me está a incomodar o facto de ela me irritar tanto ao ponto de eu lhe querer mal, e isso também é uma forma de negativismo.

Conhecem pessoas assim? Como lidam com elas se são obrigadas a levar com o seu negativismo e mau humor?

7 comentários:

Child of The 90's disse...

Ena pá, se n tivesses falado no feminino dizia q trabalhavas com o meu boss! Felizmente n tenho de levar com ele todos os dias!
Lidar com isso? Em dias bons é na base do "ri-te e diz que sim" em dias maus, chega a haver confrontos menos bonitos e educados (mesmo tendo em consideração que se trata do boss...), é que não há paciência que chegue!
Enfim, tentar cortar ao máximo é o que se pode fazer... ;)
Bjs

Benedita disse...

Conheço infelizmente. E também não lido muito bem com este tipo de pessoas e tal como tu, faço por anulá-las. Mas não é fácil. De todo!
Beijinhos

Cat disse...

Tenho queda para chefes assim... Felizmente não os aturo todos os dias. Mas é muito mau quando a pessoa entra na sala e se sente a "aura negra" (não que eu seja dada a misticismos e cenas assim).

Onde estou agora somos só 3 pessoas no escritório, fora os formandos, que não há todos os dias. (estou deslocada da sede da empresa, o chefe não está aqui) Damo-nos todos lindamente, e rimos, e conversamos... maravilha!

Com sorte, o chefe aparece só quando o rei faz anos :)

Su disse...

Se lido!
tenho pessoas na família que são assim e que nem preciso de estar perto para me sentir afectada- basta falar pelo telefone e já fico com o pelo "eriçado". Tenho algumas técnicas para minorar o estrago mas sobretudo tem a ver com mudar a nós próprios.
Podes também comprar uma Aziruta ou uma Hematita (cristais que absorvem as energias negativas) e colocá-los entre ti e a outra pessoa (por exemplo na secretária, se trabalhares num local fixo).
Pensa que essas pessoas conseguem afectar-nos sobretudo porque absorvem a nossa energia positiva, deixando-nos cansados, irritados e vulneráveis por isso há sobretudo que pensar em não deixar "roubar" a nossa energia quando comunicamos com eles (eles também não o fazem conscientemente, mas porque o organismo deles está em falta e vem buscar o que precisa ao nosso).
beijocas linda e boa sorte

PS: desculpa a "conversa" um bocado isótérica mas como faz parte do meu trabalho de terapeuta holística (terapias alternativas maioritáriamente energéticas)...foi "ossos do ofício".

tralhasdemulher disse...

Lido, todos os dias... no trabalho há sempre pessoas dessas! eu também passo o tempo com uma, tira-me do sério, é tudo o que eu não suporto numa pessoa e ainda por cima está acima de mim, logo, tenho que a respeitar! enfim, temos que tentar conviver com estas situações o melhor possível, muitas vezes, o desprezo é a melhor forma :)

beijinhos*

Joana disse...

Infelizmente também lido com pessoas assim. Aliás, eu lido com todo o tipo de pessoas, às vezes deparo-me com cada coisa que se contasse ninguém acreditava :P Adiante :P

A minha maneira de lidar com isso é não misturar as coisas. Como diz a minha mãe: uma coisa é uma coisa, outra coisa é outra coisa :P No trabalho ela é assim? Então deixa lá isso, ela só está a fazer mal a ela própria. Não dês trela e não ataques, porque será pior ;)

Beijinhos :)

Corre como uma menina disse...

Olá! Infelizmente, como afastares-te totalmente não é opção, o truque é aprenderes a lidar com ela. Conseguires uma relação cordial. Assim torna-se mais suportável. Eu tive uma colega assim e agora já consigo ter um diálogo com ela (coisa que era impossível), porque aprendi como falar sem dar de mais nem de menos... Somos colegas. Ponto. Não sei se faz sentido, mas acredita que é possível uma coabitação mais ou menos pacífica!

Beijinhos

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...