quarta-feira, 29 de setembro de 2010

E por falar em desafios...

Tenho lido bastantes vezes nos vossos cantinhos que estão a participar no desafio de Halloween, de Natal e outros. Esse tipo de desafios realmente podem funcionar como um incentivo de perda de peso porque uma pessoa estabelece um objectivo desde o início.
Quanto a mim, deixem que vos diga que já tive uma experiência (má) com esse tipo de incentivos. Quando deixei de amamentar a minha filha pesava 98Kg e consegui sozinha sem ajuda chegar aos 80 e depois de alguns altos e baixos estabilizar nos 85.

Depois como não consegui baixar mais resolvi seguir a dieta do Póvoas. No início realmente é muito bonito, há realmente uma RA aliada claro ao exercício físico e aos famosos comprimidos. Nessa altura cheguei aos Sweet 68Kg e entrei na fase da manutenção. Aí desleixei-me um bocado e foi tipo bola de neve.

Se ao início a consulta funcionava como um incentivo, tipo, "quero perder xxKg até à consulta daqui a 2 meses... ai que bom consegui !!!" na fase da manutenção e desmame dos comprimidos (de longe a pior fase) já era mais "a consulta está aí e eu engordei... vou adiá-la 1 mês a ver se consigo perder mais um bocado...".

E assim acabei por entrar num ciclo vicioso de engordar --> frustração --> comer --> engordar e a dirigir a minha frustração para a minha filha e o meu marido. "Vocês só comem porcarias !!!" ... "Não comas bolachas!!" ... "Vamos fazer exercício" and so on...

Fiquei completamente obcecada pelo peso que queria perder e não conseguia, até perder a perspectiva do que realmente importa na vida.

Foi só quando eles me chamaram à realidade que eu consegui sair daquele ciclo e desisti da manutenção porque eu precisava de me afastar daquilo, do que inicialmente funcionou como incentivo mas que se transformou numa meta inatingivel e infernal. Chorei muito quando me apercebi que o meu comportamento estava a causar mau-estar à minha família e a limitar o comportamento deles para comigo.

Saí desse ciclo e entrei num estado mais zen, de mais calma, mais pacífico. Nunca mais me quero sentir como me senti naquela altura. Foi essa a principal razão que me levou a criar o blog. Libertar-me e partilhar ideias com pessoas que sentem o mesmo que eu.

Por isso não... eu não entro em desafios... não posso... não quero... O meu desafio é tentar perder peso e tentar chegar aos Sweet 68 Kg, mas sem pressa, sem metas estabelecidas. Há-de chegar o meu tempo de brilhar...

Há muito que queria deixar esta mensagem. Obrigada por me lerem... 

5 comentários:

Alex disse...

Cada uma de nós tem o seu ritmo quer para perder peso quer para se adaptar aos desafios principalmente quando não atingimos os nossos objectivos. Mas tens razão no que dizes, é preciso ter cuidado porque ou estamos muito bem connosco mesmas e se chegar lá cheguei se não ninguem me aponta uma arma á cabeça. Ou se entrarmos naquela de esta semana não cheguei lá, esta também não ahhhh isso desmotiva sim e tal como aconteceu contigo pode virar a bola de neve... Não te sentes bem a participar, não participes, o que interessa é que tens o teu objectivo e sabes que o queres atingir... Beijinhos e certa que vamos continuar esta luta juntas :-)

Lú Pinheiro disse...

Oi amiga...
tb não sou muito chegada a desafios...
me sinto precionada mesmo sem está...
eu sei o que diz, emagrecer rápido, volta rápido então vamos aos poucos e sempre...
bj flor

Alexandra disse...

Tu melhor que ninguém sabes os teus limites e se não te dás bem quando és pressionada então fazes muito bem em não participar...
Em relação ao Póvoas digo-te que as dietas milagrosas são sempre um perigo.
Abraços

lev disse...

Olá, tens razão o batido é outro...beijinhos

Me disse...

http://odiariodeumacompulsiva.blogspot.com/


Olá...eu concordo com as opiniões a cima...força, bjs

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...