segunda-feira, 14 de março de 2011

O inferno da roupa...

Ao contrário de grande parte das mulheres, eu não gosto de comprar roupa. Camisolas ainda vá, agora as calças são e sempre foram o meu grande martírio.

No auge dos meus 98Kg, o nº 50 muitas vezes não me servia, por isso há já muitos anos que eu faço compras na C&A, uma das poucas lojas que tem tamanhos grandes a preços acessíveis.

Mas agora, com 20Kg a menos, o nº 42 já me serve na maior parte dos modelos e começo a reparar que a C&A é mais vocacionada para tamanhos maiores do que estes ditos "normais".

Houve uma altura na minha vida, em que eu insistia em ir a lojas como a Zara, por exemplo e ficava com aquela impressão horrível de que toda a gente me olhava e pensava: "o que é que esta baleia está a fazer aqui? Não há nada que lhe sirva! Juizo nessa cabeça!"...

Era uma sensação deslocamento horrível e ainda hoje eu não consigo entrar numa dessas lojas sem pensar que está toda a gente a olhar para mim, a ver o que eu vou escolher, apesar de racionalmente saber que isso está tudo na minha cabeça.

E nessa altura pouco interessava se me ficava bem ou não, eu já me dava por satisfeita em encontrar algo que me servisse... nem que fosse roupa de velhota, como muitas vezes usei. Sim, eu usei muita roupa que a minha avó comprava para ela!

Neste momento, eu sei que na maioria das lojas já consigo encontrar roupa que me sirva, mas por algum motivo, ainda não consigo lá entrar.

A C&A tornou-se o meu porto de abrigo e eu queria mudar isso, porque há um mundo de coisas belas e diferentes que eu posso explorar. Só tenho de perder esta fobia que se apoderou de mim. 

7 comentários:

Baleia disse...

Ai como eu te entendo. Alem de gorda tenho andado a vestir-me muito mal pois também não curto entrar em certa lojas e ser olhada como se fosse uma aberração da natureza. Há cerca de 1 mês fui a uma loja e peguei numas calças 42 (o que visto actualmente) e a empregada, sem que eu lhe tivesse perguntado nada, disse-me com ar de p*** "essas calças não tem tamº para si.." e eu respondi com um sorriso "tem, tem, estas são o 42 e é o que eu uso..."
Ela parece n ter acreditado e a minha vontade era atirar as calças á "trombas" dela, mas não. Fui vestir e depois fiz questão de saír do vestiário para perguntar á minha amiga se gostava de me ver com elas. Fiz questão que a ranhosa me visse com elas vestidas. Saí do vestiário e coloquei-as no balcão, enquanto a minha amiga pagava um casaco que comprou. A empregada pergunta-me: "vai levar?" - desta vez com um sorriso muito simpático. Eu também sorri e respondi: "não gostei da qualidade do tecido".
Toma e embrulha!
Eu também ´já fui magra (toda a minha vida fui) e nunca olhei e tratei assim as pessoas + gordas!
Já não basta nós nos sentirmos mal com isso? Têm que nos lembrar? Mas eu JURO que em Agosto (mês de férias vou vestir um 38)!!!
E tu também ;)

Rita G. disse...

Eu estou cada vez mais convencida que o tamanho não quer dizer nada! Peso 58,5 kg e tenho 1,60 e mesmo tenho um corpo bem proporcionado, modéstia à parte:), há calças em que visto o 42! E as empregadas das lojas não têm nada que olhar para ninguém com ar de "aberração"!! Somos clientes, temos de ser tratados com simpatia e boa educação. Senão há sempre o livrinho de reclamações. Só uma nota, os tamanhos da H&M tb são bastante realistas, não é nada tipo zara, em que um 40 é um 38 de outras lojas!Bj!

Borboleta Azul disse...

sair da área de conforto não é fácil, mas tu já fizeste tantas conquistas, mudança de hábitos e tudo o mais, isto é mais um passo que tens que dar, e sei que vais conseguir...
Eu apesar de não ser muito gorda, é um filme para comprar calças porque parece que de loja para loja os tamanhos variam imenso, por isso acabo por comprar as calças sempre na mesma loja, que é na santa terrinha,onde posso experimentar à vontade mil calças, sem me chatearem e sem fazerem cara de frete...

beijos

Só comigo disse...

Olha vai onde te der na gana, que se lixem os outros. Eles é que perdem se não gastas lá o dinheirito.

boneca de porcelana disse...

Minha sweet, sabes o que tens a fazer para perder essa fobia? Entrar numa loja Zara (com algum dinheiro disponível) vestir calças atrás de calças, ou mesmo também outras peças e confirmares que vestes de facto a roupa que a loja oferece!! Faz isso e vais ver que esse pensamento "de gorda" (que é natural, eu própria tenho) desaparece!

sweet disse...

Olá, senti uma forte ligação ao que escreveste, muitas vezes ando pela Zara e apetece-me experimentar alguma peça maior e com vergonha, compro-a e digo que é para oferecer para ninguém pensar: - Mas será que esta gorda pensa que algum dia esta peça lhe vai servir?!?!?
....
Sweet

Jóh disse...

eu também não gosto, mas é porque fico sempre frustrada por as coisas que eu mais gosto não me ficarem bem ou não servirem...

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...